terça-feira, 18 de março de 2008

Teste aos Python - 16 de Março de 2008

Enquanto lutávamos para subir os montes lá para os lados do Angarna, o resto do grupo ficou pelos trilhos locais a lutar contra outro tipo de adversidades. Aqui fica o relato do Álvaro Rui:

"Viva! As fotos de domingo foram poucas, já que os únicos acontecimentos foram protagonizados pelo mesmo herói, o Nuno! Cheio de confiança, resolveu testar os muito elogiados python e, como a sorte nem sempre protege os audazes, o resultado foram dois furos num pneu já de si muito remendado :)



Claro que o castigo não tardou, e numa dessas paragens para assistência técnica, foi literalmente devorado pelas melgas, que num acto de vingança ( eu diria mesmo que a deixar transparecer a nossa própria vontade) atacaram-no até o deixar com a "bolha".

A voltinha foi a tradicional subida da Foz, Casa do Guarda, Pedreira e Vale Maior. Ainda chegamos cedo, a tempo de assistir ao final do Grande prémio de Atletismo de Albergaria, onde em conversa com o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha, Prof. João Agostinho, nos foi informada a intenção da Autarquia em continuar a pista ciclável da Foz até Carvoeiro, para o que foi feita uma reunião este mês em Oliveira de Frades. Uma boa notícia sem dúvida!

Mas melhor ainda, é a promessa que ficou feita de, para já, enviar para o local algum equipamento para que seja limpa essa parte do percurso para que possamos circular de bike, e evitar assim, pedalar na estrada "ameaçados" pelos automóveis."

14 comentários:

Pedro Cruz disse...

Sem dúvida uma boa noticia a da continuação da ciclovia. Esperemos que seja a primeira de muitas no nosso Concelho, que tem excelentes condições para a prática do cicloturismo.

Lá se vão os galinheiros e a estufa improvisada dos donos daquela casa na Foz que expandiram a propriedade à antiga linha..

Parece que daqui a pouco tempo já não vão poder olhar para nós de lado como se estivéssemos a invadir-lhes o território!! :D

Pedro Cruz disse...

Li no Beira Vouga online que estava em fase de projecto (e à espera de verbas) a requalificação do Monte da Senhora do Socorro.

Porque não transformar o Caminho dos Moleiros numa ciclovia até aos Moinhos da Freoa e alargar o percurso em volta do monte?

Seria na minha opinião uma optima maneira de atrair pessoas ao futuro parque, proporcionando à comunidade uma forma muito agradavel de desfrutar das espetaculares paisagens à volta do monte, e simultaneamente ao moinhos, onde só se chega de jipe, a pé ou de bicicleta todo o terreno, deixando de fora uma grande parte dos utilizadores de velocipedes..

João disse...

Muito bons esses pneus! :)
Nuno onde compraste? Também quero uns iguais! hehe
Se o Nuno não estivesse "descarnado" as melgas já não tinham atacado hehe
Boa iniciativa da câmara sem dúvida! :)

JORGE disse...

Também já fui ferozmente atacado na zona da casa do guarda por causa de um furo. Andei uma semana a comprimidos. Em relação À ciclovia, é uma boa noticia. É uma zona excelente para passeios em família.

Boas pedaladas

José Afonso disse...

Aa tantas o Nuno abusou dos travões "novos" e o pneu não aguentou!

Quanto a essas obras de requalificação, vamos aguardar, é pena o monte da Sra. do Socorro estar semeado de eucaliptos, deviam dar lugar aos pinheiros.

João disse...

Quando eu for engenheiro Florestal isso vai mudar :D

alvaro disse...

Ai ai, como vai a vida no nosso Burgo, um engº mecânico a falar de pinheiros e um engº florestal a falar de bikes, está lindo está! :)
E por falar em Burgo, acho que em relação a estes percursos, temos um papel importante a desempenhar. Nós melhor que ninguém, conhecemos estes caminhos e locais e podemos fazer propostas para implementar estas boas ideias como a do Pedro. Com estes passeios penso estarmos a dar um passo (ou pedalada) importante. A Câmara está a mostrar vontade em colaborar e até mesmo em se envolver, vamos a isso malta!

Pedro Cruz disse...

É de facto um sinal muito animador e motivante esse feedback por parte da nossa autarquia. A bicicleta é nos dia de hoje um meio de transporte em franca ascensão. Nem vou estar agora a falar nos benefícios para a saúde e para o prazer que nos proporciona mas o que é certo é que cada vez vemos mais malta no mato em btt e mesmo na estrada..

É sem duvida um fenómeno à escala nacional e prova disso é que todos os fins de semana há inúmeras provas, passeios e raids de norte a sul do pais.

Paralelamente a isto os municípios e mesmo as juntas de freguesia estão atentas e a apoiar fortemente este tipo de eventos e a criar estruturas de apoio à modalidade. Basta ver os exemplos dos passeios em vouzela, as ciclovias, os bike parks, etc, etc..

Mas estou a preparar um post para breve sobre este tema :)

Um abraço

QIM BOY disse...

Caros amigos não substimem a grande qualidade dos pneus que são os python. Vocês não imaginam a categoria de pneu. Este pneu não é para quem quer mas sim para quem sabe. No final da manhã recebemos 1 boa noticia do presidente da câmara para a limpeza do resto da ciclovia da Foz

alvaro disse...

...pois, ou para quem não sabe o que quer!!! :)

"este pneu é tubless e tal, nunca me deixa mal". Se eu não levasse uma câmara de ar e remendos para a segunda rodada ia ser lindo! És um artista :D

QIM BOY disse...

Poix é a final não são só os python que furam.Parece que hoje houva algém que foi pelo mesmo caminho. Gostava de entender hoje o comentario ou desculpa do Alvaro Rui a este pequeno problema.Ou vais ficar pela melhor resposta o silêncio HE HE HE

alvaro disse...

Tenho que admitir que há problemas que afectam mesmo tipos fora de série como eu. A performance é de tal forma, que uma das vezes até furei parado, ou melhor, a bike até estava encostada a uma árvore... e não fosse eu ter emprestado uma câmara para desenrascar um amigo que furou uns python, e não se punha este problema. :)

João disse...

Alvaro isso foi conspiração do Evaristo de certeza! :P

QIM BOY disse...

Agora vais dizer que a culpa é de teres emprestado a câmara? pagas te pela lingua foi o que foi andaste ai a mandar papaias agora olha andas calado que nem 1 rato.