terça-feira, 17 de junho de 2008

Nocturno às Tasquinhas de Stº António em Estarreja - 13 Junho 2008

Foram 16 os bravos aventureiros que se concentraram na passada sexta-feira frente ao Trompete Bar para a reedição do nosso passeio nocturno anual às tasquinhas das festas de Sto. António em Estarreja.
Galeria de Fotos

Como ainda havia bastante claridade decidimos fazer um percurso um pouco mais alargado ao invés de irmos directos a Estarreja. Eram cerca de 8:30 quando partimos rumo à Sra. do Socorro em direcção a Albergaria-a-Nova. Atravessamos a N1 junto à fábrica Sebra e seguimos até Soutelo, descendo por um trilho bastante enlameado com direito a travessia de uma vala no final. Neste troço o meu cabo das mudanças de trás partiu-se e passei a pedalar numa "single speed". Àquela hora as melgas eram tantas que nem me atrevi a parar para mexer no desviador. Feita a ligação por alcatrão e passada a ponte da auto-estrada, voltámos a entrar em terra, seguindo até à zona da área de serviço da A1. Aqui encontrámos o rio Antuã e seguimos por um trilho junto à margem até ao nosso destino final.

Foi então altura de reagrupar a tropa toda para uma entrada triunfante na Praça Francisco Barbosa, com a banda de música que estava em palco a proporcionar-nos uma chegada ao estilo de um filme de Hollywood. Obviamente o povo não ficou indiferente a 16 bikes cheias de luzes a invadir a praça e fomos inclusivamente recebidos com palmas!

Estacionadas as bikes, fomos brindados com uma refrescante rodada de finos pelo nosso companheiro do BTT dos "Trepa Coqueiro" e prontamente foram providenciadas 2 mesas para a malta abancar. Começamos o jantar com um belo caldo verde extremamente quente que causou algumas queimadelas ao pessoal mais desatento. Nada que não se resolvesse, o João prontamente disponibilizou a água do meu Camelbak para arrefecimento. Foi então que a menina que nos estava a servir chegou à conclusão que iamos dar muito trabalho durante o repasto e destacou um jovem (o "bateria", como o baptizámos) que devia ter estado muito tempo junto à bica dos finos. Vem ementa, vai ementa, pede-se feijoada, já não há feijoada, afinal é pregos no prato, nós queremos entrecosto, rojões parece que ainda há... Bom, uma confusão enorme que nos valeu uma boa espera pela comida! No entanto, o rapaz parecia continuar concentrado apenas nos finos e ia trazendo a bandeja cheia para a nossa mesa. Quando nos demos conta já a outra mesa tinha acabado de jantar e nós continuávamos com dieta liquida. Até que finalmente começou a chegar a comida e foi ver o Álvaro e o João competirem pelo título de maior lateiro da mesa.

Resolvida a nossa situação e após umas horas de convívio e de umas valentes gargalhadas foi tempo de regressar a casa. Uns mais em linha recta que outros, seguimos em grande ritmo pelo alcatrão até Canelas, onde entrámos em terra até à Zona Industrial. Como a volta só ficaria completa junto ao Trompete Bar ainda conseguimos chegar a tempo de uma última mini antes de rumar a casa. Foi uma noite muito bem passada, na companhia de bons amigos com grande espírito de camaradagem. Ficou ainda marcado um nocturno "em casa" no próximo dia 27 de Junho (Sexta-feira) com a volta ainda a definir mas sendo o destino final as tasquinhas do Albergaria Convida, na Quinta do Torreão.

6 comentários:

Pedro Cruz disse...

Álvaro, as tuas fotos!? E as da Serra da Freita?!? :D

Joao C disse...

Este passeio foi excelente! Houve muito espírito e companheirismo e para o ano lá estarei de novo! :D
O jantar foi a melhor parte da noite, claro está! Eu quando vi que tinha a minha sopa a ferver "resolvi logo a minha situação..." :D
Desculpa lá Álvaro mas acho que eu ganhei o prémio do "lateiro da noite" :P

Li aí que houve pessoal que veio às curvas? Eu não vi nada... talvez por ser de noite e as pilhas já estavam a ficar gastas :D
Eu vim ali direitinho na minha Kona pra casa...
hehe

O Cruz cota disse...

Não sei o que é que se passou, na minha garagem é só colheres de plástico...

Joao C disse...

Eu também não! Aquilo foi-me colocado por uns individuos que já não se encontravam muito bem e me garantiram que eram engenheiros aerodinamicos! Garantiram-me ainda que com aquilo ficaria com um capacete mais leve e aerodinâmico, bem ao jeito da F1!
Eu acreditei neles, mas não me voltam a enganar! :D

Frederico disse...

Ficaram msm viciados em nocturnos.Pena n ter ido... :(
E agora o tempo ta msm a chamar para isso..

nuno disse...

ola malta de Albergaria, só hoje é que encontrei o vosso site.Eu sou o nuno do btt do trepa coqueiro,muito obrigado pelo grande magnifico fim de tarde/noite que passei com o vosso grupo.Espero para o proximo ano voltar a repetir.
NUNO TREPA COQUEIRO
www.desportotrepa.com